terça-feira, março 31, 2020
Home » Windows » Server » Verificar remotamente se a hora do cliente está diferente do Servidor

Verificar remotamente se a hora do cliente está diferente do Servidor

Neste artigo veremos como verificar remotamente se a hora do cliente está diferente do Servidor.
 
A utilização do NTP (Network Time Protocol) é essencial para ajustar os relógios dos clientes de domínio e permite mantê-los sincronizados.
 
É possível verificar remotamente se a data e hora do cliente está diferente do servidor. Para isso, ainda no prompt de comando do servidor, utilize o comando:
w32tm /stripchart /computer:server /samples:1 /dataonly
 
O resultado fica assim:

C:\Windows\system32>w32tm /stripchart /computer:server /samples:1 /dataonly
Tracking server [192.168.1.10:123]. Collecting 1 samples.
The current time is 6/21/2014 4:19:46 PM.
16:19:46, -00.0200214s  

Tracking server [192.168.1.10:123]. Collecting 1 samples.
The current time is 6/21/2014 4:19:46 PM.
16:19:46, -00.0200214s  

Com isso é possível saber a diferença de horário entre o servidor e o cliente.
Aconselho também configurar o NTP através da GPO “Default Domain Policy”, para que todas as estações de trabalho tenham o NTP corretamente configurado.  

Saiba mais sobre NTP

Obs: Se o seu servidor for virtualizado, dependendo da tecnologia de virtualização utilizada, é necessário desabilitar o serviço que sincroniza a data e hora da máquina Virtual com a máquina Física.

Gostou desta dica? Clique em nosso banner acima para ajudar o site a crescer!
Comente conosco seu ponto de vista. Acompanhe também nossas outras dicas de Windows e Windows Server. Deixe seu e-mail ao lado para receber as novidades e se você tiver outras dicas, compartilhe conosco mandando seu artigo

Sobre Rafael Bandeira de Oliveira

Rafael Bandeira de Oliveira, tem mais de 10 anos de experiência na área de TI, tendo atuado com suporte técnico e infraestrutura. Contribuo com a Comunidade Microsoft escrevendo artigos e tutoriais no AndersonPatricio.org, PuraInfo e no meu perfil no linkedin. Possuo as seguintes certificações: ITIL Foundation, MCP, ISO 2000 (Exin), Cloud Computing Foundation (Exin), ISO 27002 (Exin) com essas certificações da Exin + ITIL obtive o título de EXIN Certified Integrator Secure Cloud Services. Atualmente é Analista de Infraestrutura Sênior Microsoft.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário